Blog

Blog

Por que entrei na política?

Amigos, estou envolvido com proteção animal há dezoito anos, desde os meus nove anos de idade.

Morei durante anos na Comunidade do Sapo, Zona Norte de São Paulo, e lá comecei um trabalho de controle populacional de cães e gatos, castrando animais e tentando conscientizar os outros moradores da importância da castração e dos cuidados com seus bichos.

Nunca pensei em ser político, mas percebi, durante todos esses anos de luta, que a pauta Proteção Animal precisa ser discutida mais seriamente e não apenas voltada para os animais, mas também como fator de saúde pública.

Percebi que não adianta atuarmos apenas como indivíduos que gostam dos animais e que se preocupam com eles. É necessário que os protetores compreendam a complexidade do que chamamos de “defesa animal” e trabalhem como se fossem uma única voz, que dá voz para esses seres vivos que não conseguem se expressar.

Que saibam que defesa animal não é só resgate, mas também é lutar por mais castração, pela conscientização da população de que os animais são seres vivos que têm direitos e que abandonar um animal é crime.

Temos tantas formas de atuar na proteção animal, todas extremamente válidas, mas precisamos ter uma representatividade verdadeira entre a classe política.

Hoje, entendo que é preciso união entre os políticos que defendem essa causa, uma união que fortalece as bancadas criadas no Congresso Nacional para lutar por um tema. Não entro no mérito do que eles defendem ou não, mas sinto que só com a união, formando uma Bancada Protetora, é que poderemos mudar a situação dos animais no nosso país.

É preciso mais pessoas que defendam os animais nas câmaras de vereadores, nas assembleias legislativas, no congresso e no senado nacional. Essas pessoas devem deixar seus egos de lado, devem se unir, devem trabalhar juntas.

Precisamos ter um envolvimento maior do poder público se quisermos ver mudanças. POR ISSO RESOLVI ENTRAR NA POLÍTICA.

Isso não me faz “mais protetor” ou “menos protetor”. Entrar na política me permite ter mais ferramentas para continuar lutando pelos animais e para ajudar outros protetores a também continuar seu trabalho. Entrar na política faz com que eu tenha mais ferramentas para continuar lutando pelos animais e para ajudar outros protetores a continuarem com seu trabalho.

©2018 Marcelinho Protetor. Todos os Direitos Reservados.

Search